quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Feira Missionária


QUERES AJUDAR AS MISSÕES

Vem à FEIRA MISSIONÁRIA NO ARRAIAL DA VERGADA

Dia 29 de Março entre as 10 e as 11H30 Horas

O Grupo Missionário da Vergada (LIAM) vai realizar uma feirinha no dia 29 de Março, Domingo, depois da Missa das 9 Horas. O produto reverterá a favor da ajuda na construção de uma Igreja em Cabo-Verde.
Assim, a LIAM solicita a ajuda e o apoio de toda a Comunidade, quer na dádiva de ofertas para a Feirinha, quer passando depois pelo arraial, para comprarem.

Quem tiver alguma coisa para nos oferecer deveria entregar-nos o mais tardar até Sexta-feira, dia 27 (com excepção de bolos, se preferirem).

Damos algumas sugestões:
mercearias, arroz, feijão, açúcar, azeite, óleo, leite, batatas, cebolas, pão, vinhos (branco/tinto, verde/maduro, Porto/Regional), bolos, queijo, presunto, chouriço, etc., etc.

Resumindo:
o que nos derem tudo é bem-vindo e todo o dinheiro apurado com estas ofertas e vendas da Feirinha do dia 29 de Março destina-se à ajuda da construção de uma Igreja em Cabo Verde.



Qualquer informação/esclarecimento poderá fazê-lo pessoalmente com qualquer membro do Grupo, ou telefonicamente para 917198971, 963798475, 227649568 ou mail para jacinto-cardoso@paroquiadavergada.com.

Solidariedade na Construção de Igreja e Salas de Apoio


A LIAM da Vergada, associada aos Missionários Espiritanos, também está empenhada na ajuda da construção da Igreja em Cabo Verde, na ilha de Santiago, Concelho de São Domingos, na freguesia de Nossa Senhora da Luz.

Alguns dos problemas das pessoas desta freguesia são a falta de emprego e a escassez das chuvas. Há uma igreja paroquial que está em ruínas. Há também duas capelas, uma delas, no lugar de Milho Branco, dedicada a Nossa Senhora de Fátima. É num terreno, ao lado desta capela, que se pretende construir a nova Igreja e as salas para a catequese, pastoral juvenil e social e a promoção feminina.
Esta capela foi construída em 1955, e não tem capacidade total para 200 pessoas entre sentadas e de pé. E o número de cristãos que frequentam a missa do domingo ronda as 500 / 600 pessoas, o que obriga a celebrar a missa ao ar livre, sem ambiente celebrativo.
Tendo uma população de 5.000 pessoas e cerca de 99% sendo cristãos é de extrema urgência a construção daquele espaço. Assim, aquela comunidade está a solicitar apoios para a realização daquele projecto pastoral e social.
É neste contexto e com esta finalidade que estamos a organizar a Feirinha Missionária no próximo dia 29 de Março, entre as 10 e as 11,30 horas no arraial da Paróquia de Cristo Rei da Vergada.

Venha ajudar-nos para que também possamos ajudar.
O seu contributo é precioso para a promoção e valorização deste povo, sobretudo das mulheres, jovens e crianças.

A Missa de Quarta-Feira de Cinzas

As cinzas da Quaresma
Por: FERNANDO FÉLIX

Na missa de Quarta-Feira de Cinzas, com que inicia a período de preparação da Páscoa, chamado Quaresma, o sacerdote impõe cinzas na cabeça dos fiéis cristãos. Com este rito, expressam-se duas ideias: somos criaturas mortais, frágeis, que «viemos do pó e ao pó voltaremos» (ler Génesis 3, 19); e somos chamados a converter-nos ao Evangelho de Jesus, mudando o que na nossa maneira de pensar e de agir não está de acordo com Ele.
Se tomarmos consciência da nossa origem e do nosso destino, então, seremos mais humildes e aceitaremos a nossa dependência de Deus e dos outros.
(In Audácia)

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Concede-nos a ESPERANÇA

Fiquei triste quando um amigo me disse:
“A crise aconselha a desligar a luz do fundo do túnel”.
É o mesmo que dizer que “não vale a pena a Esperança”.
Noé, na arca, envia primeiro o corvo, depois a pomba, para comprovar que o dilúvio era chegado ao fim.
Concede-nos a Esperança nesta espécie de dilúvio que inunda a economia, nas finanças e sobretudo a capacidade de confiarmos uns nos outros. Faz com que esse seja o primeiro e o mais importante dos créditos para não estarmos, como o cego de que fala o Evangelho, a ver as pessoas como se fossem árvores a passar. Lava os nossos olhos, Senhor, para que saibamos ler a Tua escrita na história, e esperar o sol radioso, mesmo na arca solitária do dilúvio.

P. António Rego
(In rádio Renascença)

domingo, 15 de fevereiro de 2009

O Pecado - A Lepra


O Evangelho do Domingo de hoje fala-nos de um leproso que foi ter com Jesus, prostrou-se de joelhos e suplicou-Lhe:
«Se quiseres, podes curar-me».
Jesus, compadecido, estendeu a mão, tocou-lhe e disse:
«Quero: fica limpo».
No mesmo instante o deixou a lepra e ele ficou limpo.

Sabemos que há dois mil anos a lepra era uma doença incurável, contagiosa em que a carne humana apodrecia e caía aos pedaços e os leprosos acabavam por morrer. Por isso, as leprosarias situavam-se fora dos aglomerados, e os doentes eram afastados das pessoas. Sabemos que vários missionários deram suas vidas pelos leprosos. Lembremo-nos, por exemplo, do P. Damião, o Apóstolo dos Leprosos que esteve durante nove anos, voluntariamente, na ilha do Molokai – a Colónia dos Leprosos, para assisti-los e socorrê-los materialmente e moralmente. Morreu em 1889.

Nos nossos dias temos o exemplo da Irmã Madre Teresa de Calcutá que deixou o convento de Loreto (em Calcutá) para se entregar ao serviço dos pobres, levar os moribundos das ruas para um lar onde eles pudessem morrer em paz e dignidade, vivendo entre eles. Faleceu ainda em nossos dias, em 1997.

A vida destes Missionários, seres humanos como nós, não é fácil. Recordemos a frase célebre que a Madre Teresa dirigiu a um jornalista:
“O senhor não daria banho a um leproso nem por um milhão de dólares? Eu também não. Só por amor se pode dar banho a um leproso”.

Ora e voltando ao Evangelho de hoje importa recordar: Jesus veio para todos e de uma maneira muito especial para os pobres, os pecadores, os marginalizados, os tristes, os que sofrem, os humildes, os aflitos, os que andam afastados d’Ele…
Ele não tem medo de tocar no leproso, apesar de a lepra ser muito contagiosa, porque o quer curar. A lepra é o símbolo do pecado. A cura é o arrependimento.

Jesus, hoje, continua a querer entrar no coração das pessoas, a querer perdoar-lhes os pecados. Ele está na Cruz, de braços abertos para a todos abraçar. Mas é preciso que nós, os pecadores, queiramos ser perdoados. Ele não tem medo de nos tocar. Mas é preciso o nosso arrependimento e suplicar-lhe: «Se quiseres, podes curar-me».

Como seria belo que eu hoje começasse a falar à pessoa que anda afastada de mim; que eu, apesar de não lhe ter rancor, mas sinto uma frieza em meu coração por esta pessoa, e essa pessoa sente a mesma frieza para comigo.

Jesus veio para todos, mas especialmente para ti, para o outro, e para mim. Suplica-lhe arrependido e com Fé: «Se quiseres, podes curar-me».

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Liga Portuguesa Contra o Cancro

Mensagem do Dr. Vítor Veloso Presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro

Caros Amigos e Amigas

Preciso da vossa ajuda.

Assinem a petição

http://www.peticaodiaccu.org/

para a criação do Dia Nacional da Prevenção do Cancro do Colo do Útero com o intuito de alertar a população para este cancro que mata uma mulher por dia em Portugal e que pode ser prevenido.

Obrigada!

Patrono da LIAM da Paróquia de Cristo Rei da Vergada


O Núcleo da LIAM da Vergada, também designado por Grupo Missionário, tem como Padroeira a NOSSA SENHORA DA PAZ.
Assim, se temos como Patrono a Maria, Senhora da Paz, os membros do nosso Grupo procuram ser CONSTRUTORES DA PAZ. Esta procura da Paz começa dentro dos nossos lares, estende-se às nossas famílias, à nossa Rua, à nossa Comunidade a cada momento e em qualquer lugar em que cada um de nós se encontre.
E ao procurarmos ser Construtores da Paz (apesar das nossas fraquezas, fragilidades e quedas…) procuramos também ser TESTEMUNHAS DE JESUS CRISTO. E ser Testemunha de Cristo é Acreditar nEle e anunciá-lo. É dizer aos quatro cantos do Mundo que JESUS CRISTO É O SENHOR, DEUS FEITO HOMEM, que aceitou vir a este mundo, nascendo da Virgem Maria, sofrer, morrer e ressuscitar para que cada criatura humana, homem ou mulher, pudesse ser salva. E este Jesus veio para todos e para cada um de nós derramou o Seu Sangue para que o nosso pecado, por maior que tenha sido, seja perdoado. Agora, com a Morte e Ressurreição do Senhor, o homem obteve a Salvação. Não há mais gentio, ou judeu, escravo ou homem livre. Para Deus todos somos iguais. Quem já O conhece tem a obrigação de O levar ao outro e anunciá-lO. S. Paulo, na segunda leitura do Domingo passado, repete: Ai de mim, se não Evangelizar.
E tu? E eu? Que fazemos?
Somos capazes de comunicar este Deus a todo o mundo, a começar pelos que estão mais próximos de nós? Como este mundo seria bem melhor se cada um procurasse ser obreiro, construtor e fomentador da Paz de Jesus Cristo.

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Benvindo ao nosso blog da L.I.A.M.

video

Que é a LIAM?
1. A LIGA INTENSIFICADORA DA ACÇÃO MISSIONÁRIA, (…) designada por LIAM, é, (…) uma Associação privada de fiéis, de carácter missionário, destinada prioritariamente a membros leigos. É animada (…) pelos Missionários do Espírito Santo, e visa promover a consciência missionária nas paróquias e outros espaços eclesiais, em comunhão com a competente Autoridade eclesiástica e com a sua aprovação.
2. A LIAM rege-se pelo Código de Direito Canónico, pelos seus Estatutos, pelas orientações da Congregação dos Missionários do Espírito Santo, e por outras normas canónicas e civis aplicáveis.
3. A LIAM está sujeita à vigilância da Conferência Episcopal Portuguesa, em conformidade com o cânon 305.
4. A LIAM não tem fins lucrativos, reduz ao mínimo a posse de bens, e não exige quotas dos seus membros, devendo encaminhar integralmente o produto das suas campanhas e os donativos recebidos, deduzidas as despesas, para a finalidade proposta, respeitando também a vontade dos doadores.
5. A LIAM surgiu ligada aos Missionários do Espírito Santo e assim pretende continuar, garantindo este seu vínculo através dos Assistentes Nacional e Diocesanos.
(In “Estatutos da LIAM” aprovados pela Conferência Episcopal Portuguesa em conformidade com o Cânon 322 do Código de Direito Canónico, em 24 de Junho de 2003)

Quando nasceu e quantos grupos tem actualmente?
A Liga Intensificadora da Acção Missionária (LIAM) nasceu em Fátima a 13 de Maio de 1937, quando a Igreja em Portugal celebrava os 20 anos das Aparições. Foi um movimento laical pioneiro em relação ao concilio Vaticano II, no que diz respeito ao papel dos leigos na missão Ad-Gentes e na animação missionária nas igrejas locais.
Actualmente a LIAM conta com cerca de 300 Grupos Missionários (chamados núcleos) em outras tantas Paróquias, por todo o País, desde o Minho ao Algarve.

Quem pode pertencer à LIAM?
Podem pertencer à LIAM todos os cristãos que procurem viver de modo consequente a sua vocação baptismal, desejando crescer comunitariamente na consciência de que "a causa missionária deve ser para todo o crente, tal como para toda a Igreja, a primeira de todas as causas." (Redemptoris Missio, 86).(Artigo 5º dos Estatutos)


Quais os seus Órgãos?
1. O Órgão fundamental da LIAM é o Núcleo ou Grupo local.
2. Os Órgãos Coordenadores são o Conselho Diocesano, o Conselho Regional e o Conselho Nacional. (ARTIGO 8º dos Estatutos).


Que é o Núcleo ou Grupo Local?
O Núcleo é um grupo, em princípio paroquial, que primariamente identifica a LIAM como Movimento eclesial missionário. Ele vive e irradia o espírito missionário na sua comunidade cristã, mediante a oração, o sacrifício e o cultivo da solidariedade missionária. (…) é formado por cristãos que fizeram o seu compromisso missionário. (…) O Pároco é o Assistente local do Núcleo (Artigo 10º)
O núcleo é, portanto, um espaço de formação e oração, de empenho vocacional, de lançamento de campanhas solidárias, de distribuição de imprensa e da editorial dos Missionários Espiritanos.
As campanhas solidárias dinamizadas pela LIAM e em colaboração com outros institutos, permitem o apoio a projectos na missão cá em Portugal e lá fora; em África, América Latina, Ásia, etc. Sobretudo nos pontos onde o perigo maior espreita e a miséria é enorme, e em que, por necessidade, os missionários cumprem a sua missão.
Na nossa Comunidade de Cristo-Rei da Vergada estamos ao serviço da Paróquia dentro das nossas possibilidades, havendo elementos do núcleo distribuídos por diversas actividades da mesma.

Se é um Movimento de Igreja a quem está Ligado?
A LIAM é um Movimento de leigos cristãos ligados aos Missionários do Espírito Santo (Estes são uma Congregação Missionária, fundada em 1703 e que se dedica ao anúncio do Evangelho sobretudo entre os mais pobres e desfavorecidos e que procuram sensibilizar as comunidades cristãs para a dimensão missionária da Igreja).


A igreja que não é missionária está morta ou moribunda, é uma Igreja enferma, não é a autêntica Igreja porque não é a Igreja de Jesus Cristo, como dizia o Papa João Paulo II


Quando se reúne o Núcleo?
A reunião Ordinária do Núcleo deve ser mensal. (…) O esquema da reunião mensal é uniforme para todos os Núcleos, de acordo com um Guião apresentado pelo Assistente Nacional da LIAM. ARTIGO 18º


Quais os dias das reuniões na Paróquia de Cristo-Rei da Vergada?
Reunimos duas vezes por mês, pelas 21 Horas:
Na segunda Terça-Feira de cada mês é o dia de Oração, na Igreja.
Na última Terça-Feira de cada mês é o dia da Reunião (normalmente na Sala Nova).

O tema deste ano é S. Paulo e a Missão sem Fronteiras.

Outras Actividades - Zona Porto:
1 - Temos dois encontros regionais, por zonas. O próximo, Douro Sul, será na nossa Paróquia de Cristo-Rei da Vergada no dia 29 de Março. No final da Missa teremos uma “Feirinha” cujo produto reverte a favor da Igreja de Cabo Verde.
2 - Temos normalmente três Recolecções: Advento, Quaresma e Pentecostes.
3 - Retiro – Este ano é nos dias, 24, 25 e 26 de Abril, no CESM, Silva - Barcelos.
4 - Magusto – Finalidade, congregar núcleos, formar e conviver.
5 - Temos vários encontros de formação, quer no Pinheiro Manso (Casa Mãe dos Missionários Espiritanos no Porto), quer em Barcelos, no CESM. Há também um Encontro de Responsáveis em Fátima, anualmente.
6 - Promove anualmente uma Assembleia Diocesana com todos os elementos do Porto. Este ano é em CARVALHOSA, no dia 14 de Junho.
7 - Peregrinação Anual a Fátima. Este ano é no dia 4 e 5 de Julho para oração e convívio.